Incêndio em prédio de Nova Iorque em 2022

Na manhã de 9 de janeiro de 2022, um incêndio destruiu um prédio de apartamentos no bairro de Fordham, no Bronx, em Nova Iorque, Estados Unidos. Pelo menos dezessete pessoas morrem,[1] incluindo oito crianças, com outros quarenta e quatro feridos.[2]

Este foi o terceiro pior incêndio residencial nos Estados Unidos em quatro décadas[3] e o mais mortífero na cidade de Nova York desde o incêndio da boate Happy Land em 1990, que ocorreu nas proximidades e matou 87 pessoas.[4] O incêndio do Bronx foi o segundo maior incêndio residencial no nordeste dos Estados Unidos em um período de uma semana, ocorrendo cinco dias depois que um incêndio em uma habitação pública da Filadélfia resultou em 12 mortes.[5]

Incêndio[editar | editar código-fonte]

Pouco antes das 11h00, no horário local, um incêndio tomou conta de um apartamento duplex no terceiro andar do edifício. A causa do incêndio não foi divulgada. O comissário dos bombeiros Daniel A. Nigro disse que a porta do apartamento duplex foi deixada aberta, alimentando o incêndio e permitindo que a fumaça pesada se espalhasse por todo o prédio.[6][7]

Bombeiros e serviços de emergência começaram a responder em três minutos. Seu principal desafio era a fumaça sem precedentes que se estendia por toda a altura do prédio. Cerca de 200 bombeiros responderam ao incêndio. As condições climáticas complicaram a situação e os funcionários do FDNY afirmaram que levou mais de uma hora para apagar o fogo.[8][9]

Os socorristas encontraram vítimas sofrendo de inalação de fumaça grave em todos os andares do prédio, algumas delas em parada cardíaca ou respiratória.[10]

Referências

  1. Bacon, John; Miller, Ryan W. (10 de janeiro de 2022). «New York mayor revises death toll to 17 in Bronx apartment fire, calls tragedy 'unspeakable'». USA Today (em inglês). New York City. ISSN 0734-7456. Consultado em 12 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2022 
  2. «NYC fire: 17 dead in Bronx apartment fire including 8 children» (em inglês). New York City: WNYW. 9 de janeiro de 2022. Consultado em 15 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2022 
  3. Ortiz, Jorge L. «US residential fires have declined over the decades. Bronx blaze is a reminder how dangerous they can be.». USA TODAY (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2022 
  4. Gross, Jenny (10 de janeiro de 2022). «The fire was the deadliest in New York City since 1990.». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 10 de janeiro de 2022 
  5. Kasakove, Sophie; Bogel-Burroughs, Nicholas; Robles, Frances; Robertson, Campbell (8 de janeiro de 2022). «18 People, a Deadly Fire: For Some, Crowded Housing Is Not a Choice». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 10 de janeiro de 2022 
  6. Paybarah, Azi (9 de janeiro de 2022). «32 Seriously Hurt in Bronx Apartment Building Fire, Officials Say». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 9 de janeiro de 2022 
  7. «19 dead, dozens hurt in 'horrific' Bronx high-rise fire: sources». www.ny1.com (em inglês). Consultado em 9 de janeiro de 2022 
  8. Hernandez, Joe (9 de janeiro de 2022). «A five-alarm fire in the Bronx has left 19 people dead, including 9 children». NPR (em inglês). Consultado em 9 de janeiro de 2022 
  9. Levenson, Eric; Studley, Laura; Joseph, Elizabeth (9 de janeiro de 2022). «Major fire in Bronx apartment building sends 32 people to the hospital, FDNY says». CNN. Consultado em 9 de janeiro de 2022 
  10. «FDNY: 19 Killed, Including 9 Children, In Bronx Apartment Fire» (em inglês). 9 de janeiro de 2022. Consultado em 9 de janeiro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata
Ícone de esboço Este artigo sobre os Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto Estados Unidos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.